domingo, novembro 29, 2015

Croquetes de churrasco e Batatas com Tahine



Sabe aquele churrasco que sobrou e que a maioria das pessoas faz um carreteiro com tudo que sobrou de acompanhamento? Hoje você vai fazer algo diferente. Deixa o arroz de lado (depois eu ensino o que fazer com ele) e pega só o molho à campanha (vinagrete para alguns) e as carnes e linguiças que sobraram. 
Vc vai precisar de um processador de alimentos nesse caso, ou uma paciência de Jó pra poder picar tão pequeno que vai parecer papinha de bebê.
As batatas são uma delícia também. Se você não tem, não gosta ou não quer comprar o Tahine não tem problema. Substitua por mostarda! 
Pelas primeiras fotos dá pra ver que agrada a todo mundo, não é mesmo?


Croquetes de Churrasco e Batatas com Tahine

Para as batatas:

2 batatas médias descascadas e cortadas em cubos médios
Sal a gosto
1 colher de sopa de tahine
2 colheres de sopa de maionese

Cozinhe as batatas em bastante água com sal. Escorra e ainda quentes misture o tahine. Deixe esfriar e misture a maionese e tempere com um pouco de sal se achar necessário. Eu não acho...

Para os croquetes:

2 xícaras de carnes de churrasco cortadas em cubos e sem gordura
1 xícara de molho à campanha (ou vinagrete)
4 dentes de alho amassados
1 pitada de pimenta
Azeite
2 xícaras de água
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo peneirada
1 ovo
Farinha de trigo e de rosca para empanar

Coloque a carne no processador junto com o molho e deixe batendo até ficar pastoso. Em uma panela refogue o alho em azeite até dourar. Coloque a carne batida no processador e mexa bem refogando até começar a sentir o aroma. Tempere com pimenta e sal, se achar necessário. O sabor deve ficar levemente salgado porque a farinha vai equilibrar esse excesso. Coloque a água. Quando começar a ferver coloque todas a farinha e mexa vigorosamente. Vai se formar uma bola consistente na panela. Não se apavore! Continue mexendo até que o cheiro da farinha não seja mais sentido. A consistência é de uma massa de coxinha. Retire da panela e coloque na bancada de mármore limpa. Deixe esfriar e comece a sovar com as mãos. Você pode acrescentar mais farinha se ela estiver grudando nas mãos. Cuidado para não colocar demais e ficar muito dura. Quando estiver lisa e macia comece a fazer o formato. Enrole uma bola nas mãos e estique levemente. Achate as pontas e reserve. Quando todas estiverem modeladas comece o empanamento. Bata um ovo vigorosamente e coloque um pouco de água. Coloque a farinha de trigo em uma tigela e em outra a de rosca. Passe no ovo, depois farinha de trigo. Ovo de novo e depois farinha de rosca. Frite em óleo quente até dourar.



quinta-feira, novembro 26, 2015

Filé de Peixe e Purê de Ervilhas



Naquela ânsia que querer algo diferente cheguei nesse peixe. Simples, delicioso e que tem um molho forte.
Não gosta de peixe? Use frango.
Não gosta de ervilhas? Use abóbora japonesa.
Você que conhece as receitas daqui sabe muito bem que não tem regras aqui. Nada é definitivo. O certo mesmo é que quando você cozinha tudo fica melhor. Não tenha medo!
Essa receita serve 2 pessoas.


Filé de Peixe com Purê de Ervilhas e Batatas Assadas

Comece com as batatas:

2 batatas médias descascadas e cortadas em palitos grandes.
Sal a gosto
Azeite

Ligue o forno em temperatura alta (250ºC) e coloque a grade no nível mais alto possível. Isso ajudará suas batatas a dourarem com mais facilidade. Se você possui um forno elétrico basta ligar o dourador.

Coloque as batatas em uma panela com água abundante. Quando começar a ferver deixe por 10 minutos e escorra. Em uma tigela misture azeite em quantidade suficiente para apenas envolvê-las. Não precisa colocar muito. Pense que está temperando uma salada. 
Disponha em um tabuleiro ou travessa de vidro (daquelas que vão ao forno). Coloque no forno por 30 minutos ou até que fiquem douradas. Retire do forno e tempere com sal na hora de servir.

Para o Purê:

1 pacote de ervilhas frescas congeladas
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho inteiros sem casca
1 colher de sopa de manteiga
Azeite
1/2 xícara de queijo parmesão ralado

Refogue a cebola e alho levemente no azeite sem deixar dourar. Coloque as ervilhas ainda congeladas e tempere com sal e pimenta. Coloque água o suficiente para cobrir (não muito) as ervilhas e deixe ferver de maneira que não perca o verde vibrante das ervilhas. Se ainda tiver água retire um pouco (reserve) para o purê não ficar muito mole. Agora você pode usar o processador ou o liquidificador. Coloque as ervilhas ainda quentes com o o queijo e manteiga e bata até ficar com consistência de purê. Se achar necessário vá acrescentando a água que reservou. Se não houve reserva coloque água em temperatura ambiente mesmo.
A consistência do seu purê quem determina é você. Aqui gostamos de mais consistente, por isso não colocamos muito líquido na hora de bater.
Retorne o purê para a mesma panela no fogo e mexa bem até ganhar calor para servir.

Para o Filé:

4 filés de tilápia
1 limão pequeno
1 cebola pequena picada
4 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de creme de leite
1 colher de sobremesa de pimenta calabresa
1 pitada de páprica doce
Sal e pimenta a gosto
Azeite

Tempere os filés com sal e pimenta e doure em azeite numa frigideira antiaderente. Reserve.
Na mesma panela coloque o alho e deixe dourar. Acrescente a cebola e uma pitada de sal. Quando começar a clarear (ficar levemente transparente) coloque a pimenta calabresa e a páprica. Deixe dourar e os aromas tomarem conta da sua cozinha! Coloque 1 copo de água e deixe cozinhar até amolecer tudo. Sempre em fogo brando. Na hora de servir coloque o creme de leite e mexa bem até ganhar calor. Coloque o peixe e se achar necessário coloque mais água para o molho ficar mais fluido.

Coloque no prato primeiro o purê e o peixe por cima com o molho depois. Batatas ao lado e seja feliz! 




Related Posts with Thumbnails